14 março, 2008

O Tempo
















A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando de vê, já é sexta-feira!
Quando se vê, já é natal...
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê passaram 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado...
Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas...
Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo...
E tem mais: não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo.
Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz.
A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará.

(Mário Quintana)

3 comentários:

Zen disse...

Regina oi tudo bem? rsrsrs
o Tempo tem o poder de iliminar as horas, mas não tem como iliminar as lembranças boas, que são muitas. Tenho saudade!
beijos

Regina Fernandes disse...

Zen querida amei sua presença aqui. Muito bom ter amigos como você.
Bjs

Solange Mazzeto disse...

Olá, vim ver seu blog, tava navegando, achei e fiquei um bom tempo por aqui, adoro o Quintana, o Pessoa e Vinícius e vc os tem aqui, te add no meu blog, pra poder voltar mais vezes

abraços

Solange