28 outubro, 2008

Gosto





Gosto da vida que levo
e do jeito que a vida me leva,
das muitas vidas
que fazem parte da minha.

Gosto do sonho, da poesia,
do amor, da fantasia
e da desrazão....
Por que não?


(Regina Fernandes)

2 comentários:

Márcia(clarinha) disse...

Esse destempero da razão é a emoção que a faz assim, de bem com a vida.

lindo dia querida flor
beijos

Anônimo disse...

Gosto de você.
Paulo