21 março, 2009

Poética





















De manhã escureço
de dia tardo
de tarde anoiteço
de noite ardo.

A oeste a morte
contra quem vivo
do sul cativo
o este é meu norte.

Outros que contem
passo por passo:
eu morro ontem
nasço amanhã.

Ando onde há espaço:
- meu tempo é quando.

(Vinicius de Morais)

3 comentários:

Katia disse...

Amo Vinicius!
Beijo

Márcia(clarinha) disse...

Todo momento me enterneço com a poesia...

lindo domingo flor
beijos

Jussara Gehrke disse...

o poetinha sabia usar as palavras!

bjs
Ju