04 março, 2009





















"Hoje pensei sério: Se me perguntassem
o que mais desejo na vida, não saberia
responder. Quero tudo. Mas esse "tudo"
é tão grande, tão vago, que me sinto
estonteado. É preciso ir limitando meu
sonho, apagando as linhas supérfluas,
corrigindo as arestas, até restar
somente o centro, o âmago, a essência.
Mas qual será esse centro, meu Deus,
que não encontro?"

(Caio Fernando Abreu)

3 comentários:

Vivi Damásio disse...

Menina...esse texto tá a minha cara....

Jussara Gehrke disse...

melhor não procurar muito nem aparar arestas

Márcia(clarinha) disse...

Também ando questionando meu egoísmo, quero um tudo tão grande...

lindo dia flor querida
beijos