09 novembro, 2009

O Barco




















Quero um barco que leve minha vida
a navegar pelos mares afora
no abandono errante
levado pelo vento
sem bússola e sem velas
sem temer tempestades ou calmarias
nós, a brisa e a maresia
novos portos, nova gente
navegar, navegar
e depois naufragar...


(Regina Fernandes)

7 comentários:

Victor Gil disse...

Querida amiga Regina.
Finalmente um poema teu. Não sei porque não escreves mais. Teus poemas são fáceis de ler e tem sentimento, força, amor, todo o qe precisa para se fezer um poema.
Beijos amiga
Victor Gil

Tais Luso de Carvalho disse...

Lindo mesmo! Concordo com o amigo Gil.
E essa xícara com as violetinhas, aí do lado, heim? Que sonho.

Beijos, Regina.
tais luso

Merciasz disse...

Régis, concordo com o Victor..tb vou junto no mesmo barco. bj

RosanAzul disse...

Lindo teu poema Regina! Parabéns!
Uma semana toda iluminada!
Beijos,
RO

Jussara Gehrke disse...

rsrs... se inspirando no Johnny Boy???

(brincadeirinha Rê)

belo poema, romântico, gostei muito!

bjs
Ju

Heldinha disse...

Regina
Adorei te encontrar aqui.
Amei teu espaço, showwww!
Beijos

odimea disse...

OI amiga
Que bom que vc tenha gostado.
Olhe bastante pois qdo seus netos vierem faço tudo para eles.Promessa!
Seu blog esta lindo!!!!!!!