13 maio, 2009

Poética I














De manhã escureço
De dia tardo
De tarde anoiteço
De noite ardo.

A oeste a morte
Contra quem vivo
Do sul cativo
O este é meu norte.

Outros que contem
Passo por passo:
Eu morro ontem

Nasço amanhã
Ando onde há espaço:
– Meu tempo é quando.

(Vinicius de Morais)


3 comentários:

Jussara Gehrke disse...

vi que andou redecorando sua casa, ficou romântica, como você Regina, linda!

e esse poetinha sabe dizer as coisas mesmo...

beijos
Ju

Katia disse...

Vinicius tem sempre seu lugar...maravilhoso!
bjs

Paulo disse...

Rege, onde você tem andado? Sumiu!
Gosto do poetinha.Bjs