23 maio, 2009

Laços de Ternura


Meu avô Chiquito nasceu em Portugal, na aldeia de Chacim, em Macedo de Cavaleiros, Distrito de Bragança, na província de Trás-os-Montes.















Chegou ao Brasil ainda menino, aos 9 anos de idade e nunca perdeu o sotaque. Durante toda sua vida falava de sua terrinha, dos castanheiros, tudo com muita ternura e muita saudade. Voltou algumas poucas vezes, a passeio com minha avó e sempre nos contava de seus encantos.
Deixo aqui um pedacinho do coração de meu avô.



Trás-os-Montes, é uma província portuguesa, de Portugal Continental, criada no século XV, que compreende sobretudo vastas extensões de planaltos elevados dominados por algumas serras, não muito altas e cortadas por bacias.

Foi conhecida por Comarca até ao século XVI, passando, a partir daí, a ser conhecida por Província. Tradicionalmente, o território de Trás-os-Montes é limitado a norte pela Galiza, a leste por Leão, a oeste pelo rio Tâmega e a sul, pelo rio Douro. Estes limites, variaram, ligeiramente, ao longo dos tempos.

O clima desta região reflete a influência da cadeia montanhosa e a da sua posição no conjunto da Península Ibérica. Os contrastes térmicos acentuam-se: invernos mais frios e secos (com temperaturas inferiores a zero graus e com o solo coberto de neve, por vezes durante largos períodos) e verões mais quentes.

Estas características físicas influenciam claramente as atividades rurais ainda muito ligadas às tradições. No planalto transmontano, a organização do espaço rural está estruturada a partir das unidades de povoamento aglomerado (casas muito juntas umas das outras), características da região. Em torno de cada aldeia ficam primeiramente as culturas mais delicadas e exigentes, como a horticultura. Essas culturas aparecem também ao longo dos rios, mas aí dominam os prados naturais, designados por lameiros. A seguir, ficam os campos de cereal abertos. Acrescente-se ainda a presença de árvores frutíferas, muitas vezes no anel de agricultura intensiva, junto à aldeia, e a vinha em alguma encosta mais propícia.

Trás-os-Montes é assim, uma região que tem os seus encantos e seu povo continua a manter, em grande parte, as suas tradições.


(postagem feita com a colaboração da minha irmã Flavia Fernandes)

5 comentários:

Flavia disse...

Xuxu,
eu tenho a certidão de nascimento do vovô!!

quando fui a Londres entrei em contato com a embaixada de Portugal e eles fizeram a pesquisa pra mim...

Aldeia de Chassim (ou Chacim) em Macedo de Cavaleiros, Distrito de Bragança, na região de Trás os Montes.

Se voce quiser eu escaneo e mando.

Beijos
flavinha

Jussara Gehrke disse...

que post lindo Regina, adorei!

e vc me inspirou, vou fazer posts sobre a minha familia, um avô veio da Alemanha e outro da Espanha.

bom a gente guardar nossas histórias.

beijo
Ju

Paulo disse...

Rege parabéns pelo post está muito bonito.
bjs e saudades

Teresa Cristina disse...

Arrasou!
bjs

Katia disse...

Adorei. Meus avós maternos também eram portugueses, de Aveiro.
Bjs