01 fevereiro, 2009

Fevereiro!










SAMBA ENREDO DA PORTELA

Enredo: E Por Falar Em Amor, Onde Anda Você?
Autores: Ciraninho, Wanderley Monteiro, Diogo Nogueira, L. C. Máximo e Júnior Escafura












Brilha Portela! Das trevas renasce o amor...
Doze cavaleiros se uniram
Um rei a lealdade conquistou
Lendas do povo europeu
Feitiços, mistérios, magia
A lua vem beijar o astro rei
A noite se encontra com o dia
Lágrimas, nos olhos do imperador
Na Índia, o palácio da saudade
Mãe África Negra! O amor cruza o mar!
Liberdade!
Meu coração guerreiro
É raça, é filho desse chão
Meu canto tem raiz, é brasileiro
É natureza e miscigenação
Cenas de cinema, lindos temas de amor
A união da família, momentos que o vento levou
O homem tem que usar a consciência
As maravilhas da ciência
Para viver em harmonia
Vem recordar... ranchos, blocos e cordões
Os mascarados nos salões
As fantasias do Municipal
Embarque nesse bonde é carnaval!
São vinte e uma estrelas que brilham no meu olhar
Se eu for falar da Portela não vou terminar
Lá vem minha Águia no céu da paixão!
O azul que faz pulsar meu coração
Oh Majestade do Samba
Meu orgulho maior é a tua bandeira!
Chegou minha Portela! Meu eterno amor!
A luz de Oswaldo Cruz e Madureira





















SAMBA ENREDO DA VIRADOURO


Enredo: "Vira Bahia, Pura Energia!"
Autores: Heraldo Faria, Flavinho Machado, Edu Velocci, Raphael Richaid e Floriano Caranguejo



Quando Orum se encontra com ayê
Oh! Mãe pátria! Salve a sabedoria
Eu quero caminhar com a natureza
Me ensina a desvendar toda essa riqueza
Recebo do seu chão a energia
E bate bem forte o tambor
Nas ruas de São Salvador
Conduz os meus passos, Senhor do Bonfim
Olorum mandou cuidar do seu jardim
E disse mais vai buscar na mata
No biocumbustível a nossa proteção
Filha do sertão no tabuleiro
Dendê, meu dengo, óleo de cheiro
Um dia oxalá iluminou
Tocou no coração da nossa gente
O acordo do bem se faz oração
O mar não pod invadir o meu sertão
Sopra um vento dos canaviais
Brota a doce esperança de paz
Na força do trabalho dessa gente
Do bagaço nasce um tesouro
O lixo se veste de luxo, reluz em ouro
A água deixa o céu e se abraça com o chão
Renova a energia sob as bençãos de um trovão
Vermelho e branco que paixão
A Viradouro pede axé
Caô, Xangô, Iansã, Yalodé
Vira-Bahia, pura energia
Explode num canto de fé

5 comentários:

Márcia(clarinha) disse...

Sou Mangueira mas com carinho e respeito por todas as escolas de samba.

lindos dias flor
beijos

Malu disse...

Regina esse ano é Portela!
Bj
Malu

Baú da Silzinha disse...

Regina carnaval é muito bom! Só vou discordar pq sabes bem que meu coração é verde e rosa. Adorei a postagem dos sambas. Vou imitar com a minha escola daqui pode?
Teu blog é muito lindo, muito caprichado. Parabéns.
Ontem coloquei postagem nova. Plena segunda e eu me "jogando" no samba.
Beijo grande

Lia disse...

Oi Rege,
Fevereiro só dá Carná e você.rsssss
Meu coração também bate pela Portela desde que me entendo por gente,e Viradouro porque afinal moramos na mesma cidade.
E eu sigo cantando....
Ai Ai Ai
Tá chegando a hora
É big!!! É big!!! É big!!!!
Beijocas e parabéns pelo blog.

Márcia(clarinha) disse...

Oi flor querida, é hoje seu dia, deixo carinho e desejo que todos os seus momentos sejam de realizações e felicidades.

beijos carinhosos Parabéns!